Atletas sexagenários esbanjam vitalidade no Vôlei Master

Publicado em: 17/11/2018 16:31

Se a competição organizada pela Confederação Brasileira de Voleibol no Centro de Desenvolvimento de Voleibol (CDV), em Saquarema, litoral norte fluminense, se mostra cada vez mais competitiva nas categorias iniciais, o Vôlei Master reserva às categorias com atletas com as maiores idades uma admiração que transcende o CDV.

Neste sábado (17.11), último dia de competições, os confrontos entre as equipes que reuniam atletas em equipes com idades equiparadas fizeram vários confrontos decisivos para o título do Vôlei Master 2018. Na categoria 63+ feminina, a equipe Alexandre Vôlei (MG) venceu o Fluminense (RJ) por 2 sets a 0 (25/16 e 25/14).

Na categoria 67+ feminina, novo título do Alexandre Vôlei (MG), desta vez sobre o Raça 67 (RJ), também por 2 sets a 0 (25/18 e 25/19).

Na disputa que colocou em quadra as atletas com a maior idade do Vôlei Master 2018, a 70+ feminina atraiu mais público do que qualquer outra final no CDV. Clube Militar (RJ) e Raça 70 (RJ) deram uma verdadeira lição de amor ao voleibol. Diva Santiago era a mais atleta com a maior idade no Vôlei Master 2018, 80 anos, e nem por isso o jogo perdeu em emoção. No primeiro ser vitória do Clube Militar por 25/23. No segundo set, com um pouco mais de tranquilidade a equipe fechou o jogo em 2 sets a 0, encerrando a parcial em 25/13.

Neida Menezes Camargo, 67 anos, é uma das atletas que servem de inspiração para as “novatas de 55 anos” que acompanhavam a partida em Saquarema: “Estar aqui é a melhor coisa do mundo, para o físico e para a cabeça. A gente fica muito feliz, está sempre realizando sonhos. Nunca é tarde para sonhar, e nós queríamos um título, e não é que ele veio. Vencemos o Fluminense, foi sensacional.”

Entre os homens também houve disputa entre os sexagenários. O Vôlei Master Campos (RJ) venceu o Old Boys (RJ) na disputa da medalha de ouro. No primeiro set o Old Boys venceu por 25/20. A reação do Vôlei Master Campos veio no segundo set com a parcial de 25/08. Motivados pela vitória, a virada foi inevitável, e o terceiro set foi também vencido pelos campistas por 15/10.

Paulo Cesar Pereira Gomes, 69 anos, é outro exemplo de como o voleibol pode contribuir para a saúde e diz que o título que ele levará para Campos dos Goytacazes neste ano foi especial: “Estou muito emocionado. Essa conquista hoje foi especial. Aqui comigo está minha esposa, minha filha, tem um irmão que joga comigo na equipe. O voleibol é o que reúne nossa família. Mas que vencer um jogo, acho que nesta idade estar em atividade é uma vitória para a vida.”

Além das disputas acirradas nas quadras e na areia, que aconteceram diariamente, o CDV ofereceu uma grande estrutura de entretenimento, alimentação e lazer para os atletas e visitantes que passaram pelo Vôlei Master 2018.

A competição também serviu para movimentar a economia da cidade de Saquarema, na Região dos Lagos no litoral fluminense, que considera a competição como principal evento do calendário municipal. Uma equipe de aproximadamente 100 profissionais entre árbitros, delegados, prestadores de serviços e colaboradores da CBV trabalharam para o sucesso do Vôlei Master 2018.

VEJA OS RESULTADOS DO VÔLEI DE PRAIA (DUPLAS)
http://www.aplicativoscbv.com.br/masterpd2/tabelad.asp

VEJA OS RESULTADOS DO VÔLEI DE PRAIA (QUARTETOS)
http://www.aplicativoscbv.com.br/masterpq2/tabelaq.asp

VEJA OS RESULTADOS DO VÔLEI DE QUADRA
http://www.aplicativoscbv.com.br/masternew/prgT5p.asp

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro


Parceiros Oficiais