A evolução do Vôlei Master em 15 anos

Publicado em: 15/11/2018 17:29

Em 2004 a Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) teve a iniciativa de realizar uma competição que possibilitasse a permanência dos amantes do voleibol dentro de quadra mesmo depois da idade ideal para a prática esportiva ter sido ultrapassada. A CBV abriu a possibilidade para participantes de todo o Brasil de jogar nas mesmas quadras onde os campeões olímpicos daquele ano fizeram toda preparação antes de viajar para Athenas. O Centro de Desenvolvimento do Voleibol (CDV) recém-inaugurado em Saquarema, região dos Lagos, no litoral norte fluminense, fez a cidade incluir em seu calendário um evento que ano a ano foi crescendo, se desenvolvendo, aprimorando a estrutura até que se tornasse o que é hoje – uma competição consolidada e amada pelos atletas.

Em 2004 foram 30 equipes inscritas para a competição. No ano seguinte, 36 equipes e a decisão do feriado da Proclamação da República como referência na escolha da data de realização. Em 2006, o número de equipes chegou a 64 inscritas. Em 2007 novas categorias foram incluídas (59+ e 63+) e o número de equipes inscritas chegou à 86, sendo o último ano em que a competição foi realizada em apenas quatro dias

Em 2008, com a competição durando seis dias, o número de equipes inscritas quase chegou à centena (99), marca que foi ultrapassada no ano seguinte com a confirmação de 116 equipes. O crescimento do Master foi constante, em 2010 foram 127 equipes, em 2011 o número saltou para 145, patamar repetido em 2012. Um crescimento fora da linha normal em 2013, quando o número de equipes confirmada chegou à 169, forçou a CBV a alterar a quantidade de dias necessários à realização da competição.

Em 2014 com oito dias de competição, dividindo as categorias com final 0 (40+, 50+, além da 59+, 63+, 67+), das categorias com final 5 (35+, 45+, 55+), o número de equipes inscritas chegou a 181. No ano seguinte, o feriado do dia 15 de novembro ser em um domingo, fizeram o número de equipes cair para 154. Esta foi a edição que contou com transmissão ao vivo de uma das quadras do Vôlei Master.

Em 2016 o número de equipes inscritas voltou a crescer, chegou a 168. Em 2017 o recorde de equipes participantes. Foram 195 equipes com a participação de 1.896 atletas.

Nesta 15ª edição o número de equipes foi de 185, mas, com a possibilidade de inscrição de até 20 atletas por equipes, o número de atletas inscritos foi recorde: São 1.975 atletas inscritos no vôlei de quadra. São 17 federações representadas (Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Espírito Santo, Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina, Goiás, Tocantins, Mato Grosso, Distrito Federal, Pará, Pernambuco, Alagoas, Ceará, Bahia e Paraíba), além de equipes do Peru e da Argentina.

Vôlei de praia

O fenômeno de crescimento da quadra motivou a CBV a implantar também a competição na praia. A modalidade que é uma das mais vencedoras do esporte brasileiro tem seu espaço de treinamento no CDV em Saquarema, e, desde 2009 integra o Vôlei Master reunindo duplas e quartetos de apaixonados pela modalidade.

Há também aqueles que entre um jogo e outro na quadra, se aventuram a disputar também o vôlei de praia, isso porque nas duplas é possível inscrever até quatro atletas, e nos quartetos, até seis. Neste ano, são 226 duplas inscritas e outros 108 quartetos. O total de atletas inscritos na modalidade chegou a 699 nesta que é a 10ª edição do Vôlei Master no vôlei de praia.

Estrutura

O complexo do CDV abriga as oito quadras indoor e seis de vôlei de praia, uma ao lado da outra, o que facilita a realização das 504 partidas previstas para acontecer na quadra e outras 675 na praia, nos oito dias de competição.

Para comandar as partidas 64 árbitros estão envolvidos com o Vôlei Master, outras 30 pessoas são responsáveis pela área técnica, administrativa e assessoria de imprensa da competição. São ainda 60 funcionários da CBV em Saquarema que fazem o CDV funcionar para atender os mais de 300 hóspedes e a manutenção do centro durante o período.

Antes conhecida como paraíso do surf, Saquarema tem no Vôlei Master o maior evento da cidade, com lotação máxima de hotéis e pousadas, e boa parte das casas de veraneio locadas pelas equipes participantes. A economia da cidade recebe o incremento de cerca de 2.000 consumidores, e, a parceria da CBV com a prefeitura possibilita, há dois anos, a participação da comunidade local na praça de alimentação montada no CDV.

 

O bem-estar dos participantes também é uma preocupação da Confederação. São fornecidos mais de 200 quilos de gelo todos os dias, além das salas de fisioterapia, equipe de enfermagem e médica para atendimento emergencial. Os locais de lazer do centro de treinamento são liberados não somente aos hóspedes do CDV, mas a todos os participantes do Vôlei Master.

VEJA OS RESULTADOS DO VÔLEI DE PRAIA (DUPLAS)
http://www.aplicativoscbv.com.br/masterpd2/tabelad.asp

VEJA OS RESULTADOS DO VÔLEI DE PRAIA (QUARTETOS)
http://www.aplicativoscbv.com.br/masterpq2/tabelaq.asp

VEJA OS RESULTADOS DO VÔLEI DE QUADRA
http://www.aplicativoscbv.com.br/masternew/prgT5p.asp

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro


Parceiros Oficiais